Governo do Distrito Federal
4/01/23 às 17h14 - Atualizado em 4/01/23 às 17h14

Janeiro Branco: a vida pede equilíbrio!

COMPARTILHAR

 

O Janeiro Branco é um movimento que tem o objetivo de alertar para os cuidados com a Saúde Mental da população, a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, incluindo os transtornos mentais mais comuns, como depressão, ansiedade e pânico.  A ação também pretende conscientizar as autoridades governamentais e legislativas do mundo a respeito da importância de estratégias e de políticas públicas voltadas para a promoção da Saúde Mental e Emocional na sociedade, nas vidas dos indivíduos e nas instituições.

 

O tema escolhido para a campanha deste ano foi “A vida pede equilíbrio”, uma vez que as mudanças cada vez mais desafiadoras e aceleradas do mundo atual exigem novas atitudes, novas habilidades, novos entendimentos, novos comportamentos e mais equilíbrio para dar conta de tudo isso.

 

A vida moderna tem trazido inúmeras conquistas e benefícios, mas, ao mesmo tempo, tem cobrado um preço muito alto de cada ser humano. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde publicados em 2022, quase um bilhão de pessoas, incluindo 14% dos adolescentes do mundo, vivem com algum transtorno mental, situação agravada pela pandemia da Covid-19 e por antigos tabus, preconceitos e desconhecimentos a respeito dos múltiplos universos da Saúde Mental.

 

Criada em 2014, a campanha se espalhou pelo mundo e tem conseguido envolver psicólogos (as), profissionais da saúde, profissionais da mídia, cidadãos e demais profissionais do Brasil em um esforço espontâneo, horizontal, solidário e coletivo em prol da conscientização das pessoas a respeito dos cuidados que todos devem ter com a Saúde Mental e a Saúde Emocional de cada indivíduo.

 

Cuidados


Não existe uma forma única de adoecimento mental nos cidadãos. Por isso, para manter a saúde mental em dia, algumas dicas são valiosas, como praticar atividade física, manter uma alimentação saudável, se hidratar, ter um sono de qualidade, cuidar bem dos relacionamentos, se valorizar, estar em companhia de pessoas otimistas e que te faça sentir bem.

 

Alerta


Comportamento autodepreciativo, como insônia ou sono irregular; queda nos níveis de energia; alterações incomuns no apetite, como perda ou excesso; mudanças repentinas de humor, como irritabilidade e tristeza; perda de interesse por atividades antes consideradas interessantes; incapacidade de cumprir suas obrigações de rotina; raciocínio lento e perda de concentração, entre outros, podem ser considerados como um alerta para a saúde mental.

 

Tratamento


É muito importante que as pessoas que apresentam e percebam os sintomas não esperem por melhora sem a orientação de um profissional de saúde. Nesse caso, deve-se buscar atendimento na Unidade Básica de Saúde da região onde se reside, a fim de que seja realizado o acompanhamento pelas equipes de Saúde da Família, além dos encaminhamentos, quando necessário, para o atendimento especializado nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps).

 

Em caso de surto psiquiátrico, é preciso acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para ser encaminhado ao atendimento de urgência e emergência mais próximo.

 

 

Para mais informações, acesse:

 

site da campanha

 

Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

INAS

SCS Setor Comercial Sul - Quadra 09, Loja 15 (Térreo), Edifício Parque Cidade Corporate. Asa sul - Brasília/DF. CEP: 70308-200